/Notícias

Notícias

Ações da Idaron na prevenção à monília do cacaueiro são destaques em reunião na Assembleia Legislativa do Estado

As ações de vigilância contra a monília do cacaueiro (Moniliophthora roreri), mantidas pelo Governo estadual, por meio da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron), foram destaques na última semana durante reunião realizada na Assembleia Legislativa do Estado (ALE/RO), no gabinete do deputado estadual Lazinho da Fetagro, que é presidente da Comissão de Agricultura do Legislativo estadual. Além do parlamentar e do presidente da Câmara Setorial do Cacau em Rondônia, Chiquinho da Emater, participaram da conversa o gerente de defesa vegetal da Idaron, Jessé de Oliveira Júnior, Leandro Ezequiel, do Senar, Francisco Anithoan, representando a Faperon, e um representante da Seagri. Destaque para os trabalhos que continuam intensificados na região de divisa entre Rondônia e o Acre, para evitar que a praga atinja as lavouras rondonienses. As ações de vigilância para prevenção da monilíase do cacaueiro são realizadas periodicamente, com levantamento nas plantações de cacau e cupuaçu em todo o estado ...
Leia Mais

Idaron padroniza procedimentos no Serviço de Inspeção Estadual – SIE

O Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron), tem evoluído nas ações de padronização dos processos de inspeções realizados pelo Serviço de Inspeção Estadual (SIE). O objetivo é garantir ao cidadão um alimento seguro quanto às questões sanitárias. A certificação sanitária desses alimentos é um diferencial que possibilita melhores condições e vantagens para a comercialização e para a economia, garantindo também a saúde do consumidor. O último treinamento, com essa finalidade, aconteceu semana passada, de 22 a 26 de novembro, em Cacoal, onde 30 profissionais, entre médicos veterinários emergenciais e técnicos agropecuários receberam treinamento, através da Gerência de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Gipoa), para aprimoramento das ações, com foco nas legislações que regulam a atividade. O treinamento foi ministrado pelos Coordenadores de Inspeção de POA (Produtos de Origem Animal), Pedro Cesar Savi Filho e Rodrigo Izuro Fujihara. Segundo Cristiane Teixeira, gerente ...
Leia Mais

Devido registro de instabilidade no sistema da Agência, por conta do grande número de acessos, a Idaron prorrogou por mais 10 dias o prazo para declaração de rebanhos

O Governo do Estado de Rondônia, por meio da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron), decidiu prorrogar por mais 10 dias, até o dia 10 de dezembro, o prazo para a declaração obrigatória dos rebanhos. Embora já tenha recebido 95% das declarações, o que é um dado altamente positivo, a medida foi adotada tendo em vista a sobrecarga no sistema de declarações, por conta do elevado número de acessos registrados em um único dia, uma média de mais de 5 mil. Como muitos produtores deixaram para declarar na última semana de novembro, os acessos em massa, unidos a outras demandas, como emissão de Guia de Trânsito Animal (GTA), quase 10 mil em dois dias, causaram instabilidade no sistema remoto da Idaron, o que dificultou o envio de algumas declarações. Para se ter uma ideia do elevado índice de acessos, nos primeiros 15 dias de novembro apenas 35% dos rebanhos foram ...
Leia Mais

Com o fim da vacinação contra aftosa, a declaração de rebanho ganhou mais importância, devendo ser feita duas vezes ao ano

As vantagens para o pecuarista, indústria e para o estado, principalmente econômicas, com a abertura de novos mercados consumidores, em decorrência da suspensão da vacinação contra a Febre Aftosa, são inquestionáveis e coloca Rondônia no ranking brasileiro dos maiores potenciais exportadores de carne bovina. Contudo, para manter-se como área livre de Aftosa sem vacinação, resultado da parceria entre Estado e setor produtivo, Rondônia precisará que o pecuarista fique ainda mais atento e mantenha as informações atualizadas sobre seu rebanho. Para possibilitar ao Governo do Estado uma vigilância eficiente, a fim de prevenir possíveis casos da doença, apesar de não precisar vacinar, o produtor tem a obrigação de, periodicamente, sempre nos meses de maio e novembro, declarar seus rebanhos de bovinos, bubalinos, ovinos, caprinos, suínos (animais suscetíveis a doença), equídeos e aves, a Idaron. De acordo com levantamento divulgado após a 1ª etapa de declaração (maio deste ano), referente ao rebanho ...
Leia Mais

Idaron reforça parceria com o produtor rural para combater e prevenir a ferrugem asiática nas lavouras de soja em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron), iniciou um processo de reaproximação com o produtor de soja rondoniense, para alinhar estratégias e reforçar as políticas de prevenção e combate à ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi), praga que ameaça uma das principais culturas agrícolas do estado, a soja. “Já em 2019, iniciamos essa reaproximação. A eficiência de qualquer programa de Defesa Agropecuária está diretamente ligada com a apropriação desse programa pelo principal beneficiado, que é o produtor. Assim aconteceu, por exemplo, com o programa de Febre Aftosa que, há 20 anos, se transformou num programa de Estado e não de governo, principalmente porque foi exigido pelo pecuarista organizado no Fefa. Assim deve acontecer com todos os outros programas de defesa agropecuária, o produtor organizado, entendendo a importância do programa, deve se apropriar dos seus objetivos para dar mais eficiência no controle da ferrugem asiática. A pandemia ...
Leia Mais
Carregando...;